12.10.10

sedução de macho

Macho acredita que seduz somente fora do casamento. Quando se fixa demoradamente numa jovem, quando pisca o olho a uma estranha, quando dá em cima de uma beldade, quando examina a bunda de uma gostosa. Confia que flertar e soltar idiretas são suficientes para garantir seu domínio territorial. Sua tese é parecer disponível, ainda que comprometido.

(...)
Carrego, portanto, a certeza de que o maior sedutor não é o malandro, não é o esperto, mas o monogâmico. O fiel. O que tem olhos apenas para a sua patroa.

(...)

Nada mais ofensivo e perigoso do que um homem amando sua esposa.
 
(Fabrício Carpinejar, O maior sedutor, em Mulher Perdigueira, p. 19 - via Significantes)

2 comentários:

Juliana Carioni disse...

Carpinejar é singular :) Já vários trechinhos deste livro. Ainda vou comprá-lo! Adorei seu espaço. Parabéns *-*

Tiago Aguiar disse...

Realmente, um homem apaixonado é uma coisa muito perigosa.

Ainda mais num mundo como o nosso, aonde ele acaba sendo visto como um pobre diabo pela maioria dos homens, afundados em egoísmo e machismo.

E até por muitas mulheres, calejadas e buscando que o seu coração seja transformado num fígado.

Saudações fraternas!